A renovação da frota e as perspectivas dos combustíveis renováveis na visão da ABRATI

Novidades estão acontecendo durante o evento, como a pauta das novas formas de contratação dos serviços de transporte público, a discussão de um sistema único de mobilidade urbana, a reintrodução do debate da Tarifa Zero, a conquista da ampliação de subsídios públicos em várias cidades brasileiras, e o começo concreto da formulação de planos de negócio para a introdução da eletromobilidade no transporte público.

Assim, em 25 de outubro, dentro das atividades propostas pela ANTP, no Congresso Brasileiro de Mobilidade Urbana – Arena ANTP e no intuito do painel proposto pela ABRATI, as entidades participantes atualizaram as estratégias do setor rodoviário de passageiros em relação a renovação constante e sustentável de sua frota em consonância com a urgência da agenda ambiental bem como conhecer e debater acerca dos projetos de combustíveis renováveis que a indústria planeja para o ônibus rodoviário.

Neste debate, houve a mediação de Roberta Soares, Repórter e colunista do Jornal do Commercio do Recife, com os Painelistas:

• Leticia Pineschi Kitagawa · Conselheira da ABRATI;

• Renan Chieppe – Vice Presidente do Grupo Águia Branca;

• Gentil Zanovello – CEO do Grupo Itamarati e Presidente do SETPESP

• Ruben Bisi – Presidente da FABUS

• Walter Anversa Barbosa – Diretor de Vendas e Marketing Ônibus Brasil – Daimler

Foram reiterados os compromissos com os pilares do ESG, além de discussões quanto às questões operacionais e a participação dos poderes concedentes (Governo Federal e Estaduais) na discussão das políticas públicas de transporte rodoviário de passageiros.